Travessa Ubirassanga, 42 - São Paulo-SP 11 5096-1900
CTEEP

CTEEP

CTEEP

A CTEEP - Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista opera uma complexa infra-estrutura composta por mais de 11.780 quilômetros de linhas de transmissão que se estendem por todo o Estado de São Paulo. São 102 subestações operadas pela empresa.

Há mais de um ano a empresa teve a necessidade de implantar um sistema de monitoramento tanto para as subestações quanto para a segurança patrimonial da Empresa que tem seu prédio localizado na região central de São Paulo. O projeto que leva o nome de SIM (Sistema Integrado de Monitoramento) tinha como premissa básica a utilização da rede disponível com velocidades que variam de 65Kbps até links de 2Mbps. Além de possuir baixíssimo consumo de banda para transmissão de áudio e vídeo, a solução de monitoramento deveria atender a alguns pré-requisitos funcionais como ser acessível via Web, oferecer alta disponibilidade, entre outras.

Após a análise de diversas propostas, o equipamento da distribuidora Bycon foi o vencedor do processo licitatório, atendendo os requisitos estabelecidos pela CTEEP. Por meio da rede corporativa existente, o DVR VPON não comprometeu o desempenho dos canais de comunicação de dados e ainda permitiu o envio e recebimento de alarmes, canal de voz bidirecional, controle local e remoto de movimentação de câmeras, gravação local e remota de detecção de movimentos e visualização de imagens via WEB com baixo consumo de canais de comunicação de dados.

“O VPON foi projetado com sistema operacional RTOS (real time OS) com Kernel Linux próprio, gravado em memória flash e o protocolo de compactação H263, motivo da estabilidade do sistema e da eficiência no consumo de banda e de espaço em HD”, explica o diretor de tecnologia da Bycon, Edvaldo Pereira. Outro ponto relevante para a escolha da solução é a facilidade de instalação, bastando uma pequena configuração no IP para se integrar à rede de monitoramento.

Com a implantação dos DVRs VPON a CTEEP também obteve ganhos na redução de custos e na diminuição de riscos. “A implantação do projeto SIM permitirá à CTEEP a redução dos custos de deslocamento de técnicos para as subestações desassistidas, além de diminuir os riscos dos operadores nos acessos às áreas energizadas para constatação de manobras de equipamentos Segurança e desenvolvimento”, declarou o consultor de sistemas de segurança da CTEEP, Mário Sérgio Machado.

No que se refere à segurança empresarial, o sistema reduzirá o número de incidentes decorrentes de furtos e invasões nas instalações da Transmissão Paulista tendo ganhos significativos na agilidade da identificação de uma ocorrência. O projeto SIM já está sendo utilizado no Edifício Saliba, com 32 câmeras para a segurança; na Subestação Anhanguera para acompanhamento remoto da obra; na Subestação CBA para operação remota e em processo de instalação nas unidades de Santa Bárbara d’Oeste, Embu-Guaçu, Bom Jardim e SE Oeste e ainda em 2006 deve ser implantado nas subestações de Gerdau, Piraju, Avaré Nova e Carbocloro.

Veja case completo, visualizar